➡ Jorge Sampaio, Presidente da Associação Rota da Bairrada

O enoturismo será uma aposta forte da BTL 2020. Uma aposta que se prende com o facto de, cada vez mais, turismo e vinhos andarem de mãos dadas. Esta ideia é corroborada por Jorge Sampaio, Presidente da Associação da Rota da Bairrada e Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia, o Município Convidado da próxima edição da BTL: “O enoturismo é cada vez mais uma forte área do turismo. Somos um país de produção de vinhos e somos, cada vez mais, um forte destino turístico, por isso temos todas as condições para o crescimento do enoturismo.”

Não restam dúvidas de que “a qualidade dos nossos vinhos, associada à fantástica gastronomia que o país tem são, por si só, um forte produto, atractivo e diversificado, mas, também, um factor determinante no momento na decisão de Portugal como destino turístico“, reitera Jorge Sampaio: “É um dos produtos mais diferenciadores que temos.”

O Enoturismo é, hoje, assumido pelo próprio Turismo de Portugal como um dos eixos estratégicos na oferta estruturada do país.

Um produto diferenciador e com uma produção que se estende por todo o território nacional. Ao mesmo tempo que se verifica esta oferta global, existe também uma diversidade nos vinhos portugueses, que variam de acordo com a região, como nos explica Jorge Sampaio: “O produto Enoturismo depende, como muito do turismo, do trabalho em rede, envolvendo os produtores, os restantes agentes económicos ligados à oferta turística e, acima de tudo, o território, enquanto destino, enquanto paisagem e elemento cultural agregador da oferta.

Uma boa promoção do enoturismo no país depende, em muito, da criação de redes em cada região, “adaptando-as à realidade de cada, e depois estender esta cooperação ao resto do país“. Esta rede permite, assim, que no norte se possa divulgar e promover vinho alentejano e vice-versa.

“Do ponto de vista do Enoturismo como produto turístico estruturado e organizado, mais abrangente e estendido às diversas regiões nacionais, é algo para o qual estamos a despertar há meia dúzia de anos. Isto dá-nos uma imensa margem de crescimento.”

O futuro do enoturismo revela-se promissor. Primeiro, explica-nos Jorge “porque é uma área que ainda está num estado de, quase “nascimento”, enquanto produto estruturado – pois se olharmos para o mesmo no sentido estrito da visitação a Caves e Adegas, temos diversos projectos onde há muito esta actividade tem uma forte presença, como exemplo as Caves do Vinho do Porto, em Gaia, ou tantos outros exemplos, pontuais, espalhados pelo país“,  mas sobretudo porque do ponto de vista do Enoturismo como produto turístico estruturado e organizado, mais abrangente e estendido às diversas regiões nacionais, é algo que já está a ser trabalhado há alguns anos.

Esta cooperação e empenho geral pelo sucesso do enoturismo no nosso país é fruto também, reitera Jorge Sampaio, dos “fortes investimentos vocacionados para o Enoturismo” por parte de ambas instituições públicas e privadas.

A participação da Rota da Bairrada e da Câmara Municipal de Anadia na BTL 2020

A BTL sempre foi pioneira como palco da promoção dos principais produtos turísticos que Portugal, e outros países, têm para oferecer, por isso acho que esta aposta na criação da BTL Enoturismo é mais um passo em frente nesse sentido.”

Não há melhor montra para proporcionar aos agentes económicos a valorização e comercialização dos seus produtos do que a BTL, refere Jorge Sampaio. Por isso, a participação da Rota da Bairrada no maior evento de Turismo do país, que em 2020 reforça assumidamente a sua aposta no Enoturismo, seria inevitável.

Os visitantes poderão esperar “uma Bairrada que gosta de receber e de se mostrar, que foi moldada pelas gentes da região e que tem muito para mostrar e imensas experiências para viver. Isto é o que sempre levamos para a BTL, tentando nunca desvendar tudo, para que a vontade de nos visitarem seja grande“.

Questionado sobre o que mais destaca do panorama paisagístico/gastronómico da Bairrada, a resposta é fácil “a Região vale pelo todo, por toda a sua diversidade e pela forma como gostamos de receber“. O objectivo de participarem na BTL é o de captar e fidelizar turistas para a região, para que explorem o que de melhor há para conhecer e visitar: “Da Ria de Aveiro à Universidade de Coimbra, das praias do litoral ao Bussaco, as Termas e as suas águas e, claro, os nossos produtores – alguns centenários, outros mais modernos – mas todos como muito para mostrar, sem esquecer a riqueza da gastronomia que temos.”

2019-10-01T10:17:38+00:00