➡ Carlos Morais, Presidente da Associação de Turismo dos Açores

O turismo foi dos setores mais prejudicados pela pandemia. Através de mais de um ano de altos e baixos, os Açores conseguiu uma distinção de orgulhar os portugueses: foi considerado pela European Best Destination, como um dos 20 destinos mais seguros da Europa em 2020.

E tal deveu-se a um trabalho incansável da Associação de Turismo dos Açores, que desde o início da pandemia pôs “mãos à obra” no sentido de facilitar e melhorar as acessibilidades turísticas às ilhas do arquipélago, como nos explicou Carlos Morais, Presidente da Associação de Turismo dos Açores (ATA): “O enfoque foi dado à proteção do emprego e dos postos de trabalho, bem como na criação de um grupo de trabalho que se reúne, semanalmente, desde o início de março para avaliar a situação atual do setor do turismo. Por outro lado, foi desenvolvido o Manual de Boas Práticas que está na base da atribuição do selo “Clean & Safe Açores” e implementada a campanha “Viver os Açores”, proporcionando um incentivo aos açorianos que pretendam viajar inter-ilhas e na sua própria ilha de residência.”

Os Açores têm feito um caminho ímpar no desenvolvimento do turismo, antecipando um conjunto de trabalhos de organização e planeamento em prol do território e do setor, estando alinhados com as medidas que hoje se exigem a todos os destinos turísticos mundiais.

O turismo mundial foi obrigado a reinventar-se e ajustar-se a esta “nova realidade”. A Associação de Turismo dos Açores, nesse sentido, irá apostar no desenvolvimento de um turismo mais sustentável, de proximidade. “Somos um exemplo de boas práticas na área da sustentabilidade, com uma notoriedade internacional positiva, por nos termos afirmado, no mercado turístico, como o primeiro e único Arquipélago do Mundo certificado enquanto Destino Sustentável“, refere Carlos Morais, assumindo como sendo esse um dos posicionamentos dos Açores para o turismo mundial.

Por exemplo, Thierry Breton, comissário europeu, já manifestou, recentemente, a importância de se “reinventar o turismo do amanhã”, referindo a necessidade de existir “um turismo sustentável, adaptado ao pacto ecológico europeu, que evita a sobrelotação e aposta na proximidade”.”

A sustentabilidade estará bem representada no stand que a Associação de Turismo dos Açores irá apresentar na BTL 2021, como referido pelo Presidente da ATA:  “Iremos dar enfoque ao tema da sustentabilidade, ao destino seguro e a visitar todo o ano, quer através dos elementos que constituem o stand, quer através das ações a desenvolver“. O stand irá privilegiar a ideia de sustentabilidade através da utilização de materiais reciclados e recicláveis e a cultura açoriana será demonstrada através de momentos de gastronomia, animação, entre outros.

A BTL é a feira de turismo mais importante em Portugal, onde é fundamental a presença das
entidades de turismo, uma vez que é um espaço privilegiado onde as regiões têm possibilidade de apresentar os seus recursos com maior visibilidade ao público em geral e aos profissionais do sector.